O ex-marido de Britney Spears, Kevin Federline, vai perder a paciência se os rumores que envolvem seus filhos forem verdadeiros. As alegações de que seus filhos estão tendo conversas privadas com sua mãe, Britney Spears, ganharam atenção desenfreada nos últimos dias. Também se acredita que essas conversas são gravadas secretamente.

O advogado de Federline, Mark Vincent Kaplan, afirmou que o pai dos dois ficaria furioso se os rumores fossem verdadeiros. Isso não é apenas uma violação de privacidade para o casal divorciado, mas também torna seus filhos propensos a questões de privacidade.

Como surgiram os rumores?



Os rumores começaram a ganhar fricção quando algumas declarações polêmicas foram feitas por um dos membros da equipe de segurança de Spears. Essas declarações flutuaram na mídia com o lançamento do documentário do New York Times, Controlling Britney Spears, nesta sexta-feira. Agora, Kevin Federline fez seus comentários sobre o assunto.

O que se acredita ter acontecido?

Há rumores de que Jamie Spears grampeava a casa de Britney Spears, e a equipe de segurança monitorava constantemente as conversas da estrela pop. Isso também incluiu conversas jurídicas com o advogado de Spears. No entanto, quando o impacto foi visto na vida dos filhos de Federline e Britney, o pai dos dois não se conteve. Federline é o pai de Sean Preston, de 16 anos, e de Jayden James, de 15.

Jamie Spears, que tem 69 anos, e a empresa de segurança que ele contratou, grampearam toda a casa de Britney e principalmente capturaram as conversas de seu quarto. A empresa de segurança Black Box Security não comentou sobre isso ainda. Acredita-se que as gravações de áudio variam de legais a pessoais. Kaplan disse que, se os rumores fossem verdadeiros, seria apenas inteligente e ético da parte da Caixa Negra recuar. Ele disse que isso era nada menos do que invadir o espaço pessoal.

Escolha Do Editor